201607.07

Quem é que não gosta de dar uma passeada num feriado prolongado, ou mesmo num final de semana comum? Só pra tirar o estresse um pouco? Afinal, passar semanas a fio trabalhando feito louco para poder pagar as contas e prover o necessário a si – ou à família, se for o caso – é dureza! A cabeça via ficando cansada, e esse cansaço aparece também no corpo, mesmo em funções puramente administrativas. O que não é de se estranhar, já que o órgão que mais consome energia em nosso corpo (para o terror dos marombeiros) é o cérebro. Sim, isso mesmo! 20% de toda a sua energia disponível fica por conta do seu cérebro; os 80% restantes são divididos entre os demais órgãos e estruturas do organismo. É bastante coisa para o cérebro, não é? E quando ele se cansa, dá um jeito de fazer todo o corpo dar uma parada para que ele consiga descansar também. É aí que sentimos o corpo cansado mesmo sem ter se movimentado tanto.

E já que a ordem é restabelecer as energias e a mente, que tal pegar uma praia? A maioria das pessoas adora essa ideia, mas algumas delas (eu, inclusive) não gosta de praia badalada; prefere o sossego. E essas pessoas só vão a este tipo de lugar em baixas temporadas. Isso significa férias tiradas em abril, em setembro, em outubro… meses completamente improváveis. Mas você, brasuca como eu, sabe bem que em baixa temporada o preço também fica baixo. Eu andei pesquisando uns preços em algumas pousadas em Maresias e a diferença dos preços de baixa e de alta temporada são um deleite para quem só tira folga nessas épocas!

Começa pesquisando

Normalmente a gente já começa o ano programando as férias seguintes. É importante fazer isso para poder avisar a empresa a tempo (algumas exigem antecedência mínima de 3 meses). Quando fica em cima da hora, o melhor a fazer é conferir se é possível tirar aquelas folguinhas acumuladas no período que você pretende viajar. Nem sempre é possível, por causa de algum evento ou fase pela qual a empresa está passando, então, volto a repetir: não deixe para a última hora. Se conseguir pelo menos duas semanas de antecedência, você dá tempo do seu chefe reorganizar a escala de tarefas entre seus colegas.

Mas vamos considerar que você marcou suas férias para seu período favorito de baixa temporada e que o grande dia está chegando. Se já estiver em baixa, é hora de fazer pesquisas! Êeeeeee (minha mulher detesta, sou eu quem acabo fazendo)!

Como gosto muito de Maresias, vou usá-la como exemplo. Os preços para o mesmo quarto podem variar muito da alta para a baixa temporada. Algumas pousadas dão diferença de 20% no valor, mas já achei casos em que a variação esbarrou nos 50%! E se engana quem pensa que a pousada era mais-ou-menos. Que nada! Lugares realmente bons (não que Maresias tenha algum ruim; eu, pelo menos, nunca vi), sofisticados, muito limpos e com belas vista para o mar ou para a serra. Aquele tipo de ambiente para onde você sempre quer voltar, sabe?

Existem sites de busca de preço de quarto de hotel (você deve ter se lembrado de alguns por aí, né?). São excelentes ferramentas de pesquisas, mas como nem toda pousada ou hotel está devidamente exposto na internet, ou então os preços podem estar desatualizados, convém ligar para aqueles que te interessaram e confirmar o valor, ok?

Em seguida: orçamento

O dolorido. É, meu amigo, a gente se diverte, mas paga por isso. Hora de falar de finanças.

Quanto tempo sua viagem vai durar? As férias inteiras? Só algumas semanas? Talvez nem uma completa? É importante ter isso muito claro para que você possa se planejar direito. Nem sempre é possível estender a permanência num hotel no último dia de estadia. Apesar da baixa temporada, pode haver algum evento próximo (Maresias, mesmo, costuma ter vários campeonatos de surfe) e já pode haver uma reserva engatilhada assim que você fizer o checkout. Planeje direitinho quantos dias você vai passar ali e faça a reserva exata. Se forem muitos dias, pode ser até que você consiga um desconto bacana, ou alguma cortesia imprevista, como um passeio ou um jantar.

Inclua aí o gasto com o combustível, os lanches durante a viagem e a gastança na cidade de destino. Importante: coloque um extra e 10% ou 20% a mais no orçamento disponível. É esse valor a mais que vai te salvar num imprevisto.

Fechado? Então, partiu!

Venha e se hospede na Pousada Porto Mare