201509.30

O Brasil é conhecido por ter uma das maiores costas litorâneas do mundo. Boa parte dessas regiões tem paisagens belíssimas, criando um verdadeiro paradoxo no próprio país, na visão do turista, pois ao mesmo tempo que existe praias belíssimas, a nação verde e amarela elucida regiões com muito concreto e pouco verde, como São Paulo e outras grandes cidades brasileiras.

No exterior, o país tupiniquim é aclamado pela sua cultura tropical. A cidade mais visitada para “turistar” é o Rio de Janeiro. Contudo, outros lugares conseguem captar pessoas com essa mesma linearidade. Cidades do Nordeste são bem preteridas no meio turístico, como as famosas metrópoles, devido a sua infraestrutura e agitação, que atrai muito jovens e grandes investidores.

Algumas empresas de viagem elaboram ideias que segmentam a escolha de lugares para o núcleo turístico. Um exemplo claro podemos mencionar quando a pessoa busca ir a uma cidade agitada ou litorânea. Quando se fala de praia, boa parte das empresas associam regiões do RJ e Nordeste. Se a pedida for para cidades movimentadas, São Paulo e Belo Horizonte são destinos certo.

Todavia, no estado de São Paulo também existe litoral. E muitas companhias não elucidam tal dado em seus pacotes turísticos, transformando as faixas litorâneas bandeirantes num vazio para os turistas vindos do exterior. Mas, uma cidade vem mudando a conjectura desse quadro, derrubando esse paradigma aos poucos, chamada Maresias.

São Paulo é terra de concreto e areia também!

sao-paulo-e-seu-instinto-agregador

Entre as famosas selvas de concreto, as cidades litorâneas de Sampa são deixadas de lado por várias pessoas. Muitos julgam que esses lugares são perigosos, onde a infraestrutura é baixa e suas belezas simplórias. Entretanto, boa parte dessas ideias são oriundas de resignações ditas por outros transeuntes que realizaram algum tipo de atividade no local.

Porém, o famoso contato “boca a boca” não só denigre. Ele é capaz de levantar algumas regiões e mostrar que existe lugares diferentes no meio de um lamaçal todo. E ao mesmo tempo que evidencia, ajuda as cidades criticadas a evoluírem na sua tratativa com o turista, afetando, positivamente, sua credibilidade.

Desbravar novos paraísos, algo que só depende do turista, e de mais ninguém.

sao-paulo-e-suas-belezas-escondidas

Um dos maiores exemplos é a região de Maresias. Localizada no litoral norte de São Paulo, a praia vem sendo colocada como uma das mais frequentadas no Brasil, principalmente por turistas estrangeiros. No início, a região era pouco citada em muitas empresas de viagem. A restrição era eminente. Mas tal ação causou efeito contrário na região.

Aos poucos, inúmeras pessoas começaram a ter uma curiosidade maior sobre a cidade, e o número de visitantes aumentou consideravelmente, pois aqueles que iam falavam muito bem do lugar e voltavam sempre. Isso fez com que a região ficasse conhecida nacionalmente, mexendo com o brio das companhias de viagem, que mudaram suas condutas.

Falta de belezas no litoral paulista? Maresias não deixa!

Hoje em dia, portanto, a visualização para a costa litorânea paulista sofreu diversas modificações por influencias de outras regiões que a compunha, como Maresias. Tua diversificação trouxe maior comodidade e eliminou restrições que muitas agências de turismo faziam com as praias de São Paulo. O contato boca-a-boca e a curiosidade foram as grandes causas, positivas, dessa mudança, enfatizando ainda mais as belezas do litoral Brasileiro como um todo.