201512.09

Quando uma família resolve procurar algum lugar para viajar, um dos aspectos mais influentes para a decisão é o local de hospedagem que vão ficar. Cada pessoa tem um gosto distinto para atuar nessa escolha. Contudo, uma posição unanime é o recinto ser confortável, aconchegante e seguro para colocar seus apetrechos e curtir a beleza do local com tranquilidade e sossego. Mas, são poucas cidades que conseguem oferecer essa estrutura hoteleira, tão requisitada nos dias atuais. Vários hotéis estão tendo que mudar sua forma política, implementando ações que consiga atrair um alto número de clientes, transparecendo, acima de tudo, tranquilidade, confiança e sossego.

Contudo, poucas regiões conseguem oferecer ao olhar do cliente todos esses básicos detalhes. Muitos hotéis são criados tendo como premissa apenas garantir um bom lucro, sem imaginar como isso vai ocorrer. É possível checar lugares onde existe graves falhas de segurança básica, não tendo extintor de incêndio em lugares corretos, saídas de emergência bem arejadas e fáceis de ser localizadas. Outros ruídos podem ser diagnosticados na questão estrutural do local, muitas vezes deficitária, cheia de rachaduras, ou na limpeza do ambiente, em grande parte deficitário. A falta de zelo é o fator que mais repele clientes no momento de se tomar uma decisão do onde se hospedar, afetando diretamente na escolha da cidade que a família resolva passar seus dias de descanso.

Quando essa avaliação invade as praias, o levantamento é ainda pior. No litoral Brasileiro, a taxa de ocorrências por conta de péssimos atendimentos em hotéis é altíssima, principalmente em épocas de alta estadia, como no final do ano. Muitos lugares sofrem perdas irreparáveis de lucro por conta desse ruído, que se aumenta a cada dia em muitas cidades litorâneas do Brasil. Essa ação acaba refletindo, diretamente, na conduta da pessoa no momento de escolha do local, afetando o turismo regional como um todo. Grande parte dessas cidades ainda não desenvolveram um programa buscando sanar esse ruído, mostrando incompetência e desleixo com o turista.

Todavia, algumas prefeituras vêm implementando estratégias que estão se tornando bem atrativas, virando até como modelo para outras cidades que passam por problemas do gênero e não conseguem articular ideias para fugir do buraco. O litoral norte de São Paulo é uma das regiões onde ocorre o maior número de elogios referente a estrutura hoteleira do país. Além das belas praias, incentivos referendados pela administração das cidades que compõem a região impulsionam o desenvolvimento de novas técnicas na tratativa dos hotéis com seus hospedes, contemplando as expectativas dos turistas.

Caminhar, pesquisar e conhecer as pousadas em Maresias é um grande exemplo dessa ação assertiva e experta. Além da beleza natural existente na região, a forma de construção dos aposentos, desde sua fachada, até a acomodação interna, enfeitiça os olhos de qualquer turista. Por muitos anos, a estrutura para a edificação de um hotel era calcada na construção de um prédio brilhoso, cheio de “luxos” e glamour em seus desenhos arquitetônicos, conseguindo camuflar, um pouco, as possíveis falhas geracionais do local. Mas a estratégia adotada por Maresias e outras praias da região de São Sebastião e Ubatuba foi preservar a mística do local, construindo aposentos com arquitetura simples, mas marcante para a pessoa, pois ele não se diferencia do que é a região: Paradisíaca.

Um prédio bonito não é sinônimo de qualidade!

Prédios hoteleiros na beira-mar.

Em várias praias de São Paulo, virou costume olhar sua orla lotada de prédios, tantos para moradia, como pertencente a grandes redes hoteleiras. Nos finais de semana e feriado, boa parte deles se encontram lotados, com sua capacidade de quartos 100% ocupada. E é a partir desses momentos que as falhas começam a ficarem mais perceptíveis. Durante o tempo de estadia, várias pessoas fazem reclamações sobre a demora no atendimento. Além disso, falha de limpeza nos quartos, como a não troca de lençóis, fronhas e a famosa faxina são questões mais do que corriqueiras, se tornando até em uma atitude repetitiva e chata.

Por essa razão, a procura por lugares mais simples está aumentando de forma intensa. Muitos hotéis simples estão conseguindo obter um número de clientes mais alto nos últimos anos, devido a essa exigência. Contudo, eles acabam pecando em outros detalhes, como a falta de manutenção do prédio, podendo ser vista através de detalhes como rachaduras, poucos extintores, saídas de emergência falhas, entre outras observações que trazem aos olhos do hospede uma espécie de abandono, culminando no sentimento de desrespeito com o seu investimento ao usar os serviços do recinto.

Buscar o diferente, ás vezes, surpreende positivamente!

Orla de uma Praia do litoral Norte.

Devido a grave crise financeira que o Brasil atravessa nos últimos dois anos, o apelo por ambientes de hospedagem mais simples, mas que tenha qualidade e segurança, vem se tornando comum. Em vários portais de pesquisa, é possível observar o grau de aceitação da cidade ao olhar do turista, assemelhado com a integridade dos hotéis que a norteia. Esse ranking fez com que vários lugares tivessem uma queda drástica no número de visitantes, fazendo com que muitos empreendimentos viessem a fechar, causando desemprego e perda de visibilidade no mercado turístico do Brasil. Contudo, outras cidades estão se aproveitando com muita inteligência desse ruído, investindo na criação de novos conceitos de hotelaria.

Muitos turistas já declamaram nas redes sociais e alguns sites que se hospedar nas pousadas em Maresias contempla todas as expectativas para uma viagem amigável e inesquecível. E realmente essa afirmação é verídica, vide a ideologia existente na concepção desses espaços, somando a qualidade e conforto do local com o ambiente todo paradisíaco e marcante da região. Junto com esses detalhes, agrega-se a simpatia da região na recepção dos turistas, mostrando que a cidade vive em perfeita harmonia em todos os aspectos. A procura por lugares onde a paz pode ser sentida e respirada é um diferencial que atrai e marca a história de uma viagem!