201510.28

Em várias cidades litorâneas do Brasil, é possível verificar um grande número de pessoas praticantes de esportes como o surf. Ele vem se tornando uma verdadeira febre no mundo todo, graças a adrenalina aplicada nele, concomitante com as belezas naturais que compõem o enredo da modalidade, a transformando num verdadeiro sonho, onde palavras como tranquilidade, paz, beleza e união se fazem presentes diariamente.

Além dos praticantes, os telespectadores assistem as manobras radicais com brilho nos olhos. O contraste das aguas cristalinas e os surfistas audaciosos por inovar em meio ao belo cenário ratifica a presença massiva, cada dia mais, de seguidores do esporte nos campeonatos que ocorrem do meio, tanto em campeonatos nacionais como os mundiais. A interação entre o atleta e seus fãs é muito próxima, leve, produtiva e sem amarras.

Os países que detém grandes costas são, considerados, os maiores “produtores” de surfistas do mundo. Nações como o Estados Unidos, Brasil e Austrália estão entre as principais do ramo. Mas outros países como México, Indonésia e África do Sul vem se destacando por conta dos fortes investimentos que estão sendo realizados para o surgimento, mais contundente e agregador, da cultura pacifica e unitária do Surf.

Várias cidades Brasileiras são consideradas verdadeiros celeiros de surfistas. Praticar Surf em Maresias virou uma espécie de “lei” para quem busca seguir essa carreira. Muitos aditivos fizeram esse rotulo ganhar preponderância, comparado com outras cidades do Brasil. Um dos principais são as altas ondas que banham a costa da cidade. Mas existem outras características encantadoras que permeiam essa afirmação.

Um dos motivos que fazem de Maresias a capital brasileira do Surf é seu ar jovial e agregador. Poucas praias no brasil tem uma áurea tão positiva como essa cidade litorânea paulista tem. Seu povo é acolhedor, que cresce dentro de métricas honestas, puras e que honram o local. Atitudes simples, pensando no próximo, podem ser observadas com muita tranquilidade por qualquer pessoa. É ai a receita de sucesso para muitos surfistas Brasileiros.

A história do Surf.

Vários surfistas parados na praia.

O esporte nasceu nos mares da Califórnia com o objetivo de usar o mar como uma espécie de desafio. Não como se ele fosse um empecilho, mas usando dele como uma forma de transformar as suas famosas ondas em arte. Um exemplo bem abstrato que pode ser citado são as ondas do mar que fascinou muitos pintores para realizar suas obras. O modelo artístico que foi impregnado numa gravura, os surfistas queriam mostrar desfilando pelas ondas serpenteadas.

Durante muitos anos, o esporte agregou vários jovens residentes do sul estadunidense. E aos poucos foi se espalhando pelo mundo. Vários fãs começaram a agregar o esporte como uma fonte de vida. Aos finais de semana, inúmeros carros wagon levavam nos seus tetos várias pranchas de surf visando curtir as praias e a crista da onda. E ao mesmo tempo esse trajeto transmitia uma espécie de paz, tranquilidade e união para qualquer carro que viesse a passar do lado.

No Brasil, esse ritmo começou a ser observado, com maior frequência, por volta dos anos 80, quando várias Brasílias partiam com várias pranchas de surfe rumo as cidades litorâneas. Por conta da áurea aventureira, tranquila, pacifica e isolada do mundo, algumas cidades ganharam um contorno especial por conta da modalidade, virando referência. Um exemplo disso é famosa pratica do Surf em Maresias.

Capital do Surf = Tranquilidade.

Surfista na crista da onda.

A cidade é considerada uma das escolas mais completas no ramo do mundo. Sua estrutura é toda moldada na confecção de novos praticantes do esporte. Várias escolas, entidades e outros recintos impulsiona seus frequentadores para a pratica da modalidade. De acordo com algumas pesquisas, Maresias recebe uma quantidade enorme de surfistas todos os anos, e esse número está aumentando em altos níveis.

Na própria areia existem espaços onde o surfista pode se sentir em casa, graças as acomodações que a prefeitura de São Sebastião conferiu para os esportistas. Apesar que os praticantes dessa modalidade não precisam de muitos luxos. Para eles uma simples areia, ondas desafiadoras e um clima de paz e sossego é tudo para transformar um dia de sol numa verdadeira alegria.