201607.01

A gente não pode reclamar: 2016 está repleto de feriados estrategicamente posicionados em dias que permitem a gente emendar vários outros! E que brasileiro não curte um bom feriadão?? É como tirar miniférias pra dar aquela desembaçada na cabeça e voltar mais energizado pro trabalho quando chega a hora de acordar cedo de novo. E de uma coisa todo brasuca sabe: quando chega o inverno, os feriados somem. Junho, julho e agosto são zerados, menos em caso de feriado municipal, mas se não houver… é só tristeza.

Mas uma coisa boa pra esse anos é que quando o tempo começar a esquentar de novo, os feriados voltam! Já deu uma olhada no calendário? Setembro, outubro e novembro estão com um bocado de feriados excelentes pra emendar! Que tal já ir pensando no que fazer com eles, hein? Um colega aqui sugeriu a praia de Maresias. O que você acha da ideia?

Grana pouca, dinheiro na touca

Minha avó me dizia isso porque, quando se tem pouco dinheiro, ele cabe na touca que usamos, e nem faz volume! E nessa crise, o que deve ter de gente guardando dinheiro em touca por aí… Aqui no trabalho, mesmo, a maioria está! Mas como todo mundo curtiu a ideia de ir pra Maresias no próximo feriadão, vamos falar sobre ir à praia sem gastar muito.

Pra começar, tem a viagem de ida e volta, onde já temos que começar a pensar: dá pra ir de carro? Se der, junta a galera e racha a gasolina, que fica bem leve pra todo mundo – afinal, são cinco pessoas no carro! A nossa sugestão aqui, até por questão de justiça, é que só os caronas paguem a gasosa; sendo que o dono do carro entra com o carango, que vai sofrer desgaste com a viagem estando tão cheio. Sem contar que quem vai dirigir é ele. É justo, né?

Depois da viagem, tem a hospedagem. Hotel nem sempre oferece uma boa combinação qualidade + preço bacaninha, então que tal uma pousada em Maresias? Existem várias por lá; umas ficam um pouco mais afastado (é melhor, pra quem prefere o silêncio e tem uma pé-na-areia bem legal também! Claro que os preços variam, então o negócio é dar uma pesquisada antes e, se tiver alguém na turma que é craque em chorar preço, solta o Kraken neles! Também vale procurar por áreas de camping. O preço é muito mais baixo, mas o conforto cai um pouco. Mas é uma opção.

A alimentação costuma pesar bastante no orçamento, principalmente por ser em local turístico. Procurem muito bem por todas as opções disponíveis, pois é certo que algum restaurante/lanchonete vai oferecer um preço que não fica ruim pra ninguém.

Grana tranquila, nem pega fila

Aqui no trabalho o pessoal tá meio na míngua, mas se sua situação tá tranquila e favorável, tudo – mas tudo MESMO – fica mais fácil. Com certeza a viagem de ida e volta não vai representar problema pra você e quem mais estiver indo junto. PORÉM… isso não significa necessariamente um esbanjamento, não é? A ideia de dividir a gasolina ainda é válida – e justa também.

Agora, no quesito “hospedagem”, já há uma liberdade maior pra escolher. A pousada continua sendo uma boa ideia pois nem sempre ‘pousada’ é sinônimo de ‘hospedagem barata’. Aliás, algumas são tão caras quanto um hotel – ou até mais! Dependendo do estilo do lugar, o preço pode passar longe do que se espera de uma pousada.

Hotéis e pousadas mais sofisticadas costumam oferecer refeições, também, o que facilita muito nesses momentos. Mas em se tratando de Maresias, opções de restaurantes e bares é o que não vai faltar! Um pouco de pesquisa e você terá em mãos um rol bem bacana de opções.

E aí? Animou a passar o feriadão por lá? A gente aqui já está combinando!


Venha e se hospede na Pousada Porto Mare