201601.18

A icônica e fabulosa praia de Maresias, no litoral norte paulista, parece um oásis de relaxamento e paz. Isso porque ali, em sua areia branca e fofa e no mar azul de encher os olhos, dá para recarregar as energias e se desligar do movimento frenético da cidade grande.

No entanto, 2016 chegou e com ele as famosas promessas de começo de ano também. Obviamente a mais comum entre tantas promessas – algumas bem criativas por sinal! – é sair do sobrepeso e finalmente encarar a dieta, algo muito difícil nos dias de hoje. E que tal fazer isso acontecer movimentando o seu corpo e saindo da cadeira de praia em Maresias?

Em Maresias, se você olhar bem, essa vibe toda de relaxamento pode dar lugar a um paraíso dos esportes. Com o cenário mágico da praia como pano de fundo, você pode praticar modalidades que vão desde as mais suaves até as mais radicais e voltar para casa com o gás todo para continuar a dieta.

Diversão na areia

Slackline em MaresiasAo longo de seus 4 km de extensão, Maresias se destaca como um dos melhores lugares para a prática de esportes de areia. Isso porque ali há uma completa e bastante segura infraestrutura para quem quiser mexer o esqueleto.

São aproximadamente 10 quadras de futevôlei à disposição dos turistas, por exemplo. Essa modalidade, genuinamente brasileira (ela foi criada na década de 60 na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro), é perfeita para exercitar os mais variados músculos, o reflexo e a coordenação motora. Isso porque é um jogo em que se misturam as regras do futebol e do vôlei; em essência, o jogo assemelha-se mais ao vôlei, porém os jogadores não podem usar as mãos ou os braços, tal como no futebol. Além disso, o jogo estimula a socialização, pois pessoas até então desconhecidas podem jogar juntas e assim criar novas amizades.

Apesar de ter surgido em Illinois, um estado americano que não tem uma praia sequer, outro esporte que se destaca na areia de Maresias é o slackline. Trata-se de um esporte recente que consiste em tentar se equilibrar por cima de uma pequena corda. O legal desse esporte é que ele é ótimo para você exercitar seu equilíbrio, sua concentração, a força e a postura, além de ser diversão garantida. E o mais importante: há instrutores qualificados para te ensinar a arte do slackline, de modo a você não se machucar e a evitar problemas durante sua primeira experiência.

Diversão na mata

Trilha em MaresiasMaresias é rodeada de Mata Atlântica original. Por isso, deixe os trajes de praia de lado, coloque roupas confortáveis e pegue o par de tênis que, entre árvores belíssimas e muita fauna, você poderá encontrar muitas opções de esporte para se mexer.

Uma das opções é andar de bike pela floresta. Para isso, o turista pode comprar um passeio com guia e as bicicletas inclusas no CIT (Centro de Informação Turística de Maresias, localizado na Praça Internacional do Surf), que dá uma volta por todo o bairro, pela vegetação nativa e mais ainda chega até uma trilha que dá no Fosso do Caetano, uma das mais belas cachoeiras do litoral paulista. No passeio, além de exercitar as pernas (na bicicleta e na caminhada), o turista poderá vislumbrar parte dos animais típicos da região, como pássaros, capivaras, lagartos e bugios.

E que tal caminhar até algumas praias intocáveis dos entornos, praias essas completamente inacessíveis por carro? A trilha que vai até a Praia de Calhetas é uma delas, durando aproximadamente 15 minutos e sendo um verdadeiro encontro com a natureza. No final, a praia compensa os esforços, graças à água límpida e bastante calma. Outra trilha é a trilha da Paúba, realizada aproximadamente em meia hora. Ela leva para um mirante com vista estonteante para toda a região e ainda para a Praia do Saco, uma pequena faixa de areia repleta de rochas.

Diversão na água

Surfe em MaresiasPara fechar esse post com chave de ouro, não há nada melhor em Maresias do que se divertir em suas águas sagradas. Terra de surfistas consagrados, como Gabriel Medina (campeão mundial de surfe em 2014), ali tanto crianças quanto pessoas com conhecimentos mais avançados em surfe podem praticar o esporte.

Para isso, é importante saber onde entrar no mar, de modo a evitar sustos. Para as crianças e para os iniciantes, a área que vai da Entrada 1 à Praça do Surfe é o local ideal, já que a água é mais calma e ficam muitas escolinhas de surfe voltadas à iniciação. Já da Praça do Surfe até a Entrada 15 ficam ondas maiores, porém ainda não formam tubos. Essa região é boa para pessoas experientes ou quem já tem conhecimentos intermediários. E, por fim, vem a cereja do bolo: da Entrada 15 até a 22, tem ondas tubulares e bem fortes, onde os melhores surfistas se encontram para se divertir.

Seja qual esporte você escolher, uma coisa você pode ter certeza: diversão não faltará e parado você não vai ficar!